doux marketing

Agência de marketing digital para pequenas empresas

agência de marketing digital para pequenas empresas

Agência de marketing digital para pequenas empresas pode ser o guia que você precisa para direcionar sua empresa ao sucesso online.

Isso porque o mundo digital está em constante evolução e, principalmente para as pequenas empresas, navegar nesse vasto oceano pode ser um desafio. 

É por isso que, neste artigo, responderemos às perguntas mais frequentes sobre agências de marketing digital para pequenas empresas e como elas podem impulsionar seu negócio.

Portanto, continue a leitura!

Quanto custa contratar uma agência de marketing digital?

Uma das preocupações mais comuns quando se considera contratar uma agência de marketing digital para pequenas empresas é o custo envolvido. 

No entanto, é importante entender que os preços podem variar, dependendo dos serviços necessários e do escopo do projeto, entre outros fatores.

Nesse contexto, separamos alguns passos importantes para você seguir antes de buscar uma agência:

1. Defina seu orçamento

Antes de começar a buscar uma agência de marketing digital, é fundamental definir um orçamento claro.

Assim, você poderá filtrar as opções e encontrar uma agência que se ajuste às suas necessidades financeiras. 

Mas lembre-se de que o marketing digital é um investimento importante em seu negócio, não um custo.

Um exemplo:

Se você tem baixo orçamento para começar, pode definir junto da agência quais são as ações prioritárias.

Então, se você já tem um blog com bons conteúdos por exemplo, pode prepará-lo para a monetização, pode ir em busca dos populares “backlinks”.

Se você pretende fazer crescer seu Instagram, pode pensar na criação de conteúdos e na distribuição deles com anúncios.

Ou se você pretende começar a vender, e as redes sociais/o site já estão prontos, pode pensar na criação e postagem de anúncios conforme seu orçamento, que não pode ser muito baixo.

2. Escolha um modelo de preço

As agências de marketing digital geralmente oferecem vários modelos de preços, incluindo:

  • Por hora: O preço é baseado nas horas de trabalho dos profissionais envolvidos;
  • Por projeto: Um preço fixo é estabelecido para um projeto específico;
  • Por desempenho: Os custos estão relacionados ao desempenho, como leads ou vendas.

Um exemplo:

Se você opta por trabalhar por projeto, dentro do escopo (ou do contrato) precisa haver todos os entregáveis que você vai receber.

No entanto, as formas mais comuns são por hora e por desempenho.

Então, você pode avaliar a expertise dos profissionais de diversas agências, o porte delas – e, se quiser trabalhar com performance, avaliar a porcentagem que você aceita fechar com a empresa.

É possível realizar uma negociação que seja boa para os dois lados.

3. Entenda a variação de preços

Os preços podem variar significativamente com base na experiência da agência, sua localização e os serviços oferecidos. 

Desse modo, agências de marketing digital com uma ampla gama de serviços, como SEO, publicidade online, mídias sociais e criação de conteúdo, podem ser mais caras, mas oferecem uma solução completa.

No entanto, pequenas empresas podem esperar pagar em média entre R$ 2.000 e R$ 10.000 por mês por serviços de marketing digital. 

Contudo, o retorno sobre o investimento geralmente supera o custo inicial, tornando-o um investimento valioso para o crescimento de sua empresa.

Nota:

É bem importante que você tenha ao menos uma ideia de como as agências funcionam, a complexidade do trabalho, todas as tarefas e os entregáveis que estão em jogo.

Afinal, você procura uma agência justamente para agregar qualidade em alguma área da sua empresa.

Então, os preços praticados precisam ser de tal forma que a agência ainda vai conseguir cumprir o propósito pelo qual você a chamou.

Muitas agências que estão iniciando podem querer fechar contratos a preço baixo, mas depois possuem dificuldade de entregar a eficácia e a qualidade que você procurava.

Como fazer marketing para pequenas empresas?

O processo do marketing estratégico para pequenas empresas segue estas etapas:

Análise interna

Para entender qual é a situação da empresa do cliente, fazemos um questionário que avalia brevemente a equipe, os equipamentos, a situação financeira, enfim, os pontos fortes e fracos da empresa.

Análise do mercado

Aqui, entendemos o cenário, a realidade ao redor da empresa, e mapeamos as oportunidades e as ameaças que a rodeiam, bem como os concorrentes.

Posteriormente, cruzamos as informações para entender se algum ponto fraco não está fazendo com que a empresa deixe de aproveitar as oportunidades existentes ao redor.

Mapeamento do público-alvo

Este mapeamento também requer muitas pesquisas.

Depois, com sessões de brainstorming e a ajuda do mapa da empatia, definimos a representação do público ideal (persona) da empresa-cliente, mapeando suas dores, seus sonhos, as objeções e as crenças que ela possui.

Definição de objetivos e metas

Essa parte é extremamente importante, pois vai dar o norte para a estruturação do trabalho e a execução das ações de marketing.

E consiste em definir, com base nas pesquisas e nos mapeamentos feitos anteriormente, quais são os objetivos da empresa, de marketing, de comunicação e táticos, como também as metas – que são os objetivos quebrados em “tamanhos” menores.

Definição de estratégias

Aqui, é a definição de como você vai realizar as metas e os objetivos maiores.

Então, também é uma parte muito importante, porque existem diversas formas de realizar os objetivos, mas apenas algumas conseguem ser eficazes – e eficientes.

Definição do plano de ação

O plano de ação, como o nome já diz, é sobre planejar as ações de marketing, os custos, os responsáveis e os prazos.

Monitoramento e controle

Ao contrário do que muitos pensam, monitoramento e controle acontecem sempre, e não apenas depois de colocar tudo isso em prática.

Inclusive, é uma parte importante, porque permite corrigir a rota em tempo real e evitar maiores desperdícios.

Como o marketing digital pode ajudar pequenas empresas?

  • Ele pode ajudar aumentando o lucro, as vendas e a participação de mercado – e vamos combinar que só isso já ajuda demais;
  • Pode contribuir para a retenção de clientes, o aumento da base de clientes e do conhecimento da marca;
  • Ele ajuda ao gerar leads qualificados, interesse em produtos e serviços e aumentar a exposição da marca;
  • Contribui para o crescimento das redes sociais, o aumento das visitas no site e da autoridade da sua empresa através de conteúdos estratégicos.

É claro que isso ainda vai muito além.

E, para cada uma dessas inúmeras possibilidades, há diversas metas a concretizar.

Quais são as melhores agências de marketing digital?

A busca pela melhor agência de marketing digital para pequenas empresas pode ser cansativa, dada a grande quantidade de opções disponíveis. 

Por isso, para ajudá-lo a encontrar a agência certa para você, trouxemos alguns fatores para você considerar na busca:

1. Especialização na indústria

Alguns setores têm necessidades específicas em marketing digital. 

Por isso, procure agências que tenham experiência em sua indústria, pois elas entenderão melhor seu público-alvo e suas demandas.

2. Portfólio de trabalho

Avalie o portfólio de trabalhos anteriores da agência. 

Assim, você verá exemplos do trabalho dela e determinará se ele se alinha com sua visão e objetivos.

3. Reputação e avaliações

Pesquise as avaliações online e a reputação da agência. 

Nesse sentido, as opiniões de clientes anteriores podem dar uma visão valiosa sobre sua confiabilidade e qualidade de serviço.

4. Serviços oferecidos

Certifique-se de que a agência oferece os serviços de marketing digital que você precisa, como SEO, tráfego pago, marketing de conteúdo e mídias sociais.

Assim, você poderá manter os objetivos que você estabeleceu em vista, sem precisar se adaptar às soluções que a agência oferece.

5. Estratégia personalizada

Uma boa agência de marketing digital não aplica soluções genéricas. Ao contrário, ela desenvolve estratégias personalizadas com base nas necessidades e metas específicas de sua empresa.

Agora, se o seu objetivo é outro…

Como eu faço para começar a trabalhar com marketing digital?

Se você está do outro lado da mesa e procura uma carreira no marketing digital, aqui estão alguns passos que podem ajudá-lo a entrar neste setor interessante e dinâmico:

1. Educação e formação

Comece adquirindo conhecimentos em marketing digital. 

Nesse contexto, existem muitos cursos online, certificações e programas de graduação disponíveis para ensinar as habilidades essenciais.

Inclusive, as áreas de conhecimento que você pode explorar são inúmeras:

A depender do que você gosta de estudar e executar, você pode ir se especializando em áreas como: Copywriting, Social Media, redação web, anúncios online, SEO, design gráfico, edição de vídeos, criação de sites, entre outras.

2. Construa um portfólio

Mesmo que você seja iniciante, crie um portfólio com projetos fictícios ou voluntários para mostrar suas habilidades a potenciais empregadores.

Assim, eles conseguem entender o que esperar do seu trabalho, e o público qualificado pode dar um passo à frente com você.

3. Networking

Participe de eventos de marketing digital, seminários e conferências. Nesse contexto, o networking é fundamental para encontrar oportunidades.

4. Estágio ou freelancer

Comece com um estágio ou trabalhando como freelancer para ganhar experiência prática. Assim, você caminhará rumo à construção do seu currículo.

5. Candidate-se às vagas

Procure vagas em empresas de marketing digital, agências, ou mesmo considere trabalhar de forma independente.

Lembre-se de que o marketing digital é um campo em constante evolução – e, por isso, a educação contínua e a atualização de suas habilidades são essenciais.

Quando contratar uma agência de marketing digital?

A decisão de contratar uma agência de marketing digital para sua pequena empresa passa pela reflexão a respeito de alguns pontos:

1.Metas claras

Ter metas claras para o crescimento de sua empresa é o primeiro passo em direção ao sucesso. Dessa forma, quando você estabelece objetivos específicos e mensuráveis, você cria um direcionamento claro. 

No entanto, ter metas é apenas o começo, porque implementar as estratégias necessárias, da forma correta, para alcançar essas metas é onde está o desafio. Nesse sentido, leia mais sobre plano de marketing aqui

Agora, se você não possui as habilidades ou recursos internos para criar e executar as estratégias de marketing digital necessárias, é aí que entra a importância de considerar a contratação de uma agência especializada. 

Isso porque eles podem traduzir suas metas em ações concretas e direcionar seus esforços para alcançar o sucesso.

2.Falta de tempo

O tempo é um recurso valioso para qualquer empreendedor, porque gerenciar um negócio envolve uma ampla gama de responsabilidades, desde atender aos clientes até gerenciar operações e equipe. 

Além disso, o marketing digital é uma área que exige dedicação constante. Inclusive, desde a criação de conteúdo de qualidade até o acompanhamento das métricas de desempenho e ajustes nas estratégias, cada etapa requer bastante tempo e atenção. 

Por isso, se você está sobrecarregado com outras responsabilidades, terceirizar o marketing digital pode aliviar essa carga.

Isso permite que você se concentre no que faz de melhor: Dirigir sua empresa, enquanto os especialistas em marketing cuidam das complexidades do ambiente online.

3.Concorrência feroz

Estar em um mercado altamente competitivo pode ser desafiador para qualquer empresa, especialmente para as pequenas. E, em meio a uma concorrência feroz, é essencial se destacar e conquistar a atenção do público-alvo. 

Nesse contexto, uma agência de marketing digital é o parceiro certo para enfrentar esse desafio.

Isso porque eles trazem expertise em estratégias de diferenciação, identificação de oportunidades de mercado e criação de campanhas direcionadas para atrair e envolver os consumidores. 

Assim, com uma ajuda especializada, você pode superar a concorrência e alcançar bons resultados, até mesmo em um mercado que não parece estar muito favorável.

4.Necessidade de especialização 

O marketing digital abrange uma variedade de áreas, desde SEO até publicidade online e mídias sociais – e cada uma delas exige um conjunto específico de conhecimentos e habilidades. 

Por isso, se você não possui esses conhecimentos internos, uma agência de marketing digital especializada pode preencher essa lacuna, porque eles têm equipes especializadas em cada área do marketing online e estão atualizados com as tendências mais recentes.

Assim, isso garante que suas estratégias sejam executadas com a mais alta qualidade e eficiência, maximizando seu retorno sobre o investimento.

5.Monitoramento e otimização constantes

O marketing digital é uma jornada contínua, não um destino único. Dessa forma, após o lançamento de suas campanhas, o acompanhamento constante e a otimização são fundamentais para alcançar o sucesso a longo prazo. 

Nesse sentido, uma agência de marketing digital cria estratégias e, também, implementa ferramentas de análise e métricas para monitorar o desempenho. 

Assim, isso permite ajustar as estratégias com base nos dados em tempo real, e garantir uma presença online otimizada para atender às mudanças e às necessidades do público-alvo. 

Desse modo, com uma agência como parceira, você tem a tranquilidade de que seus esforços de marketing são adaptados e refinados continuamente para atingir seus objetivos.

Uma aliada valiosa para se destacar no ambiente online

Uma agência de marketing digital para pequenas empresas pode ser uma aliada valiosa para se destacar no ambiente online competitivo. 

E, após avaliar suas necessidades, seu orçamento e suas metas, você poderá procurar a agência ideal para ajudá-lo a alcançar o sucesso no mundo digital. 

Vale ressaltar, independentemente de qualquer coisa, que você não pode desistir de investir no futuro de sua empresa para colher os frutos de um marketing digital eficaz.

Gostou deste artigo? Aproveite e confira os próximos!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *