doux marketing

Ciclo de vida do produto: como funciona + estratégias

ciclo de vida do produto

Ciclo de vida do produto. Sim, os produtos (bens e serviços) que comercializamos têm um ciclo de vida, que vai desde a sua introdução no mercado até o seu declínio.

Inclusive, há estratégias de marketing que são mais eficazes e adequadas do que outras, a depender do estágio do ciclo de vida do produto – este, que é associado a diferentes objetivos também.

E, para começar essa definição, vale analisar as características de cada ciclo de vida do produto em relação a vendas, custo por cliente, lucro, clientes e concorrentes.

Aliás, hoje é dia de entender um pouco mais cada um desses termos. Então, se isso é do seu interesse, aproveite e continue a leitura.

Quais as etapas do ciclo de vida de um produto?

Falando resumidamente, o ciclo de vida de um produto é dividido em algumas etapas, cada uma caracterizada por desafios e oportunidades únicas.

Nesse sentido, a primeira é a introdução, onde o produto é lançado no mercado.

Depois, a fase subsequente é o crescimento, marcada pelo aumento nas vendas e a conquista de uma fatia maior do mercado.

Então, atingimos a fase de maturidade, onde a competição é intensa e a estabilidade prevalece.

E, finalmente, há a fase de declínio, onde as vendas diminuem.

Entenda melhor abaixo quais os objetivos das empresas ao passar em cada fase:

1.Introdução

Objetivos estratégicos

O foco principal aqui é criar conscientização sobre o produto e estabelecer uma base de clientes.

Afinal, as empresas geralmente enfrentam custos elevados devido à necessidade de investir em pesquisa e desenvolvimento, marketing e promoção.

2.Crescimento

Objetivos estratégicos

O objetivo é aproveitar o crescimento do mercado, expandir a base de clientes e aumentar a participação no mercado.

Inclusive, as empresas também podem introduzir melhorias no produto e expandir a distribuição.

3.Maturidade

Objetivos estratégicos

As empresas se concentram em manter a participação de mercado, otimizar eficiências operacionais, diferenciar o produto e explorar novos segmentos de mercado.

Então, aqui, o marketing pode se concentrar na lealdade à marca.

4.Declínio

Objetivos estratégicos

As empresas precisam decidir se querem manter o produto no mercado, descontinuá-lo ou substituí-lo por uma versão atualizada.

Aqui, a gestão de custos se torna fundamental, e estratégias de saída ou renovação podem ser consideradas.

O que é ciclo de vida de um produto? Exemplos:

Para compreender melhor, considere alguns exemplos do ciclo de vida do produto:

O iPhone, ao ser lançado, atravessou a fase de introdução, gerando uma enorme empolgação. Em seguida, entrou na fase de crescimento, conquistando uma base de usuários leais.

Inclusive, atualmente, está na fase de maturidade, com atualizações constantes para manter sua posição.

Por outro lado, os telefones fixos tradicionais passaram por todas as fases e agora enfrentam o declínio, sendo substituídos por tecnologias mais avançadas.

Quais são os 4 estágios do ciclo de vida de um produto?

Novamente de forma resumida, os estágios do ciclo de vida refletem o comportamento do consumidor e as estratégias de marketing necessárias.

No estágio de introdução, o foco está na conscientização e educação do consumidor.

Então, no estágio de crescimento, a ênfase muda para a construção da marca e a diferenciação.

Agora, na fase de maturidade, a competitividade é intensa, demandando estratégias de fidelização e inovação.

Por fim, no estágio de declínio, é importante otimizar custos e considerar estratégias de descontinuação ou reinvenção do produto.

Inclusive, saiba que o ciclo de vida é um dos inúmeros itens definidos e mapeados em um plano de marketing completo.

Como fazer o ciclo de vida de um produto?

Quero enfatizar que você precisa ler este artigo até o fim para criar uma imagem mental de como isso funciona, ok?

Mas, por enquanto, entenda os processos para mapear o ciclo de vida de um produto:

1.Pesquisa de mercado e desenvolvimento do produto

Antes do lançamento, conduza uma pesquisa de mercado para entender as necessidades dos consumidores.

Então, desenvolva o produto com base nesses insights, visando atender a uma demanda específica.

2.Lançamento estratégico

Durante a fase de introdução, concentre-se em criar conscientização e gerar expectativa.

Nesse sentido, utilize as táticas de marketing apropriadas, como eventos de lançamento, para cativar a atenção do público.

3.Estratégias de crescimento

No estágio de crescimento, expanda sua presença no mercado.

Ou seja, invista em campanhas publicitárias eficazes, aproveite parcerias estratégicas e considere expansões de linhas de produtos para sustentar o crescimento.

4.Manutenção e inovação na maturidade

Na fase de maturidade, concentre-se na manutenção da participação no mercado através de estratégias de fidelização.

E, simultaneamente, inove o produto, oferecendo atualizações e funcionalidades adicionais para evitar a estagnação.

5.Gestão do declínio

Quando o declínio se aproximar, avalie a viabilidade de prolongar a vida do produto através de ajustes, atualizações ou rebranding.

Inclusive, se isso não for possível, planeje uma retirada estratégica, minimizando impactos negativos.

Aliás, saiba que uma consultoria de marketing pode te ajudar nesse sentido. Aproveite e confira os preços.

Agora, vem a parte bacana e começa o ápice do nosso papo. Mas de início vamos frisar a parte das características do ciclo de vida do produto:

Entenda as características do ciclo de vida dos produtos

Ao introduzir um novo produto no mercado, não é inesperado que as vendas sejam baixas, o custo por cliente seja alto, os lucros sejam negativos, os clientes sejam aqueles visionários ou inovadores e haja poucos concorrentes;

Passando para a fase seguinte do ciclo de vida, a de crescimento, as vendas já têm um crescimento rápido, o custo por cliente já se torna médio, os lucros são crescentes, os clientes são do tipo que compra imediatamente e os concorrentes começam a crescer em número;

Depois, na fase de maturidade, é quando há um pico de vendas, o custo por cliente é baixo, os lucros são elevados, os clientes são a maioria e os concorrentes atingem um número estável, começando a baixar;

Por fim, na fase de declínio, as vendas entram em declínio, o custo por cliente ainda é baixo, os lucros estão declinando, os clientes que compram são os retardatários e os concorrentes também estão diminuindo.

Objetivos e estratégias para cada etapa do ciclo de vida

É muito importante saber disso, porque, para cada ciclo de vida do produto, sao adotados objetivos e estratégias de marketing diferentes. Confira:

Objetivo de marketing para introdução do produto no mercado

Criar consciência quanto ao produto e experimentação;

Objetivo de marketing para a fase de crescimento do produto

Aumentar a participação de mercado;

Objetivo de marketing para a fase de maturidade do produto

Aumentar os lucros, gerenciando a participação de mercado;

Objetivo de marketing para a fase de declínio do produto

Reduzir gastos e tirar o máximo proveito da marca.

Agora, tendo definido o objetivo, quais estratégias de marketing se deve adotar em relação a produto, preço, promoção e distribuição?

Estratégias referentes ao mix de marketing

Você pode oferecer um produto básico na fase de introdução no mercado; oferecer ampliações de produto, atendimento e garantia na fase de crescimento;

Inclusive, pode diversificar marcas e modelos na fase de maturidade e eliminar os modelos fracos na fase de declínio.

Você pode começar com o preço elevado ao introduzir um produto no mercado, adotar um preço de penetração para a fase de crescimento, torná-lo equiparado ou melhor em relação à concorrência na fase de maturidade e reduzi-lo na fase de declínio.

Na hora das promoções…

Pode utilizar fortes promoções de vendas para incentivar a experimentação do produto na fase de introdução;

Além disso, você pode reduzir as promoções enquanto a demanda está alta na fase de crescimento;

E pode aumentar novamente na fase de maturidade para encorajar a mudança de marca entre as que você criou; já na fase de declínio, pode novamente reduzir as promoções a um nível mínimo.

E quanto à distribuição?

Na fase de introdução do produto, você pode adotar a distribuição seletiva, disponibilizando-o apenas nos melhores pontos de venda;

Já nas fases de crescimento e maturidade, a distribuição se torna intensiva e mais intensiva; e, no declinio, volta a ser seletiva, com a eliminação dos pontos de venda não lucrativos.

Agora, você entende como, às vezes, falta analisar as variáveis para entender como/quando lançar um produto e poder prever os possíveis resultados?

O marketing é multifacetado e requer conhecimento

Entender profundamente de marketing é algo difícil de alcançar, porque o marketing é muito amplo.

Aliás, como os grandes nomes do assunto dizem a seu respeito, ele é mesmo uma ciência e uma arte. Então, é preciso muito estudo para compreendê-lo em sua totalidade, além de muita experiência.

Mas você conseguiu entender a importância de saber em detalhes as estratégias e os objetivos a seguir, nesse caso quanto ao ciclo de vida do produto?

Pois é. Este é um conhecimento que pode te poupar tempo, energia e dinheiro.

Se você gostou do conteúdo, aproveite e leia os próximos artigos!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *